06/12/2017

Médico francês Michel Odent recebe título de Doutor Honoris Causa

Defensor do parto natural humanizado, cirurgião participou da cerimônia por videoconferência.

“Para mudar o mundo, é preciso, primeiro, mudar a forma de nascer.” A frase é do médico francês Michel Odent, reconhecido difusor da abordagem pró-parto natural. Na manhã da última terça-feira (5), a UnB outorgou ao especialista o título de Doutor Honoris Causa, em cerimônia realizada no auditório da Reitoria, no campus Darcy Ribeiro. A entrega da distinção foi aprovada por aclamação no Conselho Universitário (Consuni) da UnB, em novembro de 2015.

Outorga do título de Doutor Honoris Causa ao médico francês Michel Odent, precursor mundial da humanização dos partos. Foto: Luis Gustavo Prado/Secom UnB

A participação de Odent na cerimônia aconteceu por meio de videoconferência. A enfermeira obstetra Heloisa Lessa, presidente do Instituto Michel Odent no Brasil, representou o homenageado e recebeu a honraria das mãos da reitora Márcia Abrahão. Antes da cerimônia, no mesmo local, o médico ministrou palestra sobre parto humanizado a um público essencialmente feminino.

O interesse do cirurgião no parto natural foi despertado na década de 1960, quando ele começou a trabalhar no Hospital de Pithiviers, na França. Lá, Odent esteve em contato direto com enfermeiras obstétricas, que o estimularam a ter visão diferenciada sobre o tema. A cidade se tornou referência em parto humanizado, abolindo uso de fórceps, de ocitocina sintética e de indução precoce do parto.

“Michel é daquelas pessoas inspiradoras, que conseguem, por meio de suas reflexões, fazer outros perceberem o quão importante é rever práticas e buscar uma maneira mais científica para um momento tão importante quanto o parto”, elogiou a professora Daphne Rattner, da Faculdade de Medicina (FM) da UnB, também presidente da Rede pela Humanização do Parto e do Nascimento (Rehuna). “Pessoas nascem uma vez só, e a forma como isso se dá é relevante para cada vida, para o bem ou para o mal”, considera.

Autor de obras de referência para o tema, como o livro Renascer do Parto, Odent defende que o ambiente é fator crucial à parturição. “A partir dele, a gente passou a pensar que a mulher tem um conhecimento interno sobre o parir. Parto é um processo involuntário. Por isso, não há como ajudar. O que precisamos aprender é como não atrapalhar esse processo”, avalia Heloisa Lessa. “Ele trouxe conhecimento científico para o parto. A partir das suas contribuições, esse ambiente passou a mudar”, complementa.

Afirmando-se honrado pelo título, o médico reconheceu similaridades entre sua jornada profissional e a história da UnB. Ambos começaram as atividades na década de 1960. Além disso, Odent comentou ter conhecido a obra de Darcy Ribeiro ao longo de seu “caminho de estudante interdisciplinar da natureza humana”.

A presidente do Instituto Michel Odent afirmou ser este o primeiro título de Doutor Honoris Causa recebido por Michel Odent. “Acredito que ele tenha ficado mesmo muito feliz, pois não pertence à academia”, opinou.

Compuseram a mesa da cerimônia Heloisa Lessa, a reitora Márcia Abrahão, a diretora da Faculdade de Ciências da Saúde (FS), Maria Fátima de Sousa, e a vice-diretora Karin Eleonora Sávio. Participaram também da cerimônia o médico Alberto Guimarães, a enfermeira obstétrica Ana Cyntia Paulin Baraldi, a enfermeira Maysa Luduvice Gomes, a doula Thais Barral, o psiquiatra Marcos de Noronha e a professora Daphne Rattner.


Fonte: Secom UnB