15/12/2015

Substituição das carteiras profissionais emitidas até 2010

As carteiras de identidade profissional emitidas até 31 de dezembro de 2010 devem ser substituídas em 2016, conforme determinado pelo Conselho Federal de Enfermagem por meio da Resolução Cofen 475/2015.  A carteira profissional é de uso obrigatório para o exercício das atividades profissionais de enfermagem (Art. 4º, Res Cofen 460/2014).

O profissional que comparecer ao conselho no prazo informado abaixo tem direito a 50% de desconto na taxa de emissão da nova carteira. Após o prazo, será cobrado o valor integral de R$ 74,61 (taxa válida até 31 de dezembro de 2016). Para requerer a substituição da carteira, o inscrito deverá regularizar sua situação financeira e cadastral junto ao Coren-DF. O novo documento fica pronto em até 15 dias.

 

SUBSTITUIÇÃO DAS CARTEIRAS EMITIDAS ATÉ 31/12/2010
Se o último número da sua inscrição for:
Compareça ao Coren-DF no período de:
1
04 a 31 de janeiro de 2016
2
01 a 29 de fevereiro de 2016
3
01 a 31 de março de 2016
4
01 a 30 de abril de 2016
5
02 a 31 de maio de 2016
6
01 a 30 de junho de 2016
7
01 a 31 de julho de 2016
8
01 a 31 de agosto de 2016
9
01 a 30 de setembro de 2016
0
03 a 31 de outubro de 2016
ATENÇÃO! Se o vencimento coincidir com feriado ou final de semana,
o prazo fica prorrogado para o primeiro dia útil subsequente.

As carteiras emitidas a partir de 01º de janeiro de 2011 permanecem com a validade de cinco anos, a contar da data da emissão. Nesse caso, o profissional de enfermagem que requerer o novo documento dentro de 30 dias antes do vencimento de sua carteira terá 50% de desconto na taxa de emissão da nova identidade profissional.

 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

 

  • Cédula de identidade profissional do Coren-DF (em caso de perda ou roubo, apresentar boletim de ocorrência policial);
  • Uma foto 3×4 recente e com fundo branco;
  • Original e cópia legível dos seguintes documentos:
    • Carteira de identidade ou outro documento com valor legal no qual conste data da emissão e o órgão emitente. No caso de apresentação de CNH, é preciso apresentar também certidão de nascimento ou casamento (com averbação, em caso de divórcio);
    • Comprovante de residência recente (no máximo seis meses), completo e comprovado (rua, número, complemento, bairro, CEP, município e estado). Podem ser usados como comprovante de residência contas de água, luz, telefone (excluindo celular), cartões de crédito ou de lojas, extratos bancários. Só serão aceitas contas no nome do profissional, do cônjuge ou dos pais.