22/11/2017

Cofen apresenta queixa-crime contra médico que difamou Enfermagem

Cassius Frigulha enfrenta processo criminal por difamação e denúncia ética no CRM

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) apresentou queixa-crime contra o médico Cassius Frigulha, nacionalmente conhecido por ataques proferidos contra a Enfermagem. Em postagem repleta de palavras da baixo-calão publicada no Facebook, Frigulha dirigiu-se de forma ofensiva à Enfermagem e aos enfermeiros, desmerecendo o curso e os cuidados prestados pelos profissionais.

O caso teve ampla repercussão nos meios de comunicação digitais e foi levado ao ar pela TV Record do Paraná. Após a transmissão, Frigulha publicou retratação desvinculando seus comentários do posicionamento de outras instituições e excluiu o perfil na rede social, apagando, assim, a própria retratação.

“Não toleraremos ofensas que buscam atingir a reputação, a honra e a dignidade de 2 milhões de profissionais de Enfermagem, que estão 24h garantindo o cuidado, o conforto e a dignidade de pacientes. A Enfermagem exige respeito”, afirmou o presidente do Cofen, Manoel Neri.

O processo criminal 5004278-15.2017.4.04.7016 foi autuado na terça-feira (14/11) e tramita na 1º Vara Federal de Toledo/PR, que também recebeu denúncia do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR).

O Cofen apresentou, ainda, denúncia no Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) por infrações do Código de Ética Médica e estuda medidas a serem adotadas na esfera cível.


Fonte: Conselho Federal de Enfermagem